A Itália é repleta de destinos encantadores. Dignos de filme. Talvez um dos “cenários” mais emblemáticos do país seja Roma. A Cidade Eterna, como é conhecida, abriga lugares repletos de história. Não tem como chegar lá e não se perguntar: “será que eu tô mesmo aqui?” haha. É tanta beleza que você percebe que Roma é um destino que deveria ser visitado por todo mundo, pelo menos uma vez na vida!

Quando visitamos Roma, reservamos três dias para explorar a cidade. Saíamos do hotel super cedo, munidos de máquina fotográfica, GPS, água e muita disposição. O objetivo era conhecer todos os lugares que anotamos em nosso roteiro. Como fomos em um período de outono/inverno, caminhar pela cidade foi agradável. A sensação era de que, por mais tempo que passássemos ali, ainda seria insuficiente para explorarmos cada espacinho daquela cidade. São muitooos lugares lindos e históricos. Dá vontade de permanecer por horas em cada um deles, só contemplando a beleza ?

Diante tantas opções, separamos oito das mais marcantes para nós. Caso você decida mergulhar nas belezas de Roma, não deixe esses lugares de fora do seu roteiro! 🙂

 

Coliseu

Considerado um dos principais pontos turísticos do mundo, recebe milhões de pessoas todos os anos. Foi construído (aproximadamente) no ano 80 d.C, pelos imperadores Vespasiano e Tito e foi palco de grandes combates de gladiadores, além de outros espetáculos. Quando visitamos, permanecemos mais de uma hora na fila, pois há um limite de turistas que podem entrar na arena em cada “rodada” de visitação (aproximadamente 3 mil pessoas). Mas valeu cada minuto de espera. Ir a Roma e não visitar o Coliseu é praticamente uma afronta, hahaha.

O mais legal é que a arena fica próxima de outros pontos que valem a visitação, como o Fórum Romano e o Circo Máximo. Prepare-se também para encontrar MUITOS produtos e serviços no entorno… São guias que falam português, vendedores de água mineral e souvenirs, fotógrafos… Tem de tudo! Arrisco dizer que é um dos locais com maior apelo turístico da cidade – e os profissionais que atuam no atendimento ao turista buscam aproveitar o grande fluxo de pessoas para faturar. Ahhh, vale lembrar que o Coliseu é uma das sete maravilhas do mundo moderno! A entrada na arena custa €12.

 

Vista do Coliseu e do Arco di Constantino

 

Aquela foto inesquecível

 

Por dentro do Coliseu

 

Por dentro do Coliseu

 

A arena

 

Fórum Romano

Se você estiver “pelas bandas” do Coliseu, inevitavelmente irá passar pelo Fórum Romano. A praça foi utilizada como centro comercial na Roma Antiga e é composta por várias construções. Muitos monumentos podem ser encontrados ali, como o Arco de Constantino (ao lado do Coliseu), o Arco de Septímio Severo, o Templo de Saturno, o Arco de Tito, o Templo de Rômulo, o Fórum de César e o Fórum e Coluna de Trajano. Caminhar pelo Fórum Romano nos remete à eternidade de Roma. A preservação do local e a história contida em cada uma das construções nos deu aquela sensação que citei logo no início do texto: “será que realmente eu tô aqui?”, hahaha. Parece cenário de filme, mesmo!! ???

 

Arco de Constantino

 

Vista do Fórum Romano

 

Templo de Rômulo

 

Templo de Antonino e Faustina

 

Arco de Septímio Severo

 

Templo de Saturno

 

Fórum Trajano

 

Coluna de Trajano

 

Anúncio




 

Piazza del Popolo

Grande, linda e muito importante na história romana. A Piazza del Popolo (ou Praça do Povo) abriga muito simbolismo em cada um de seus monumentos. A Porta del Popolo – feita no século V e reconstruída em 1565 -, a Igreja Santa Maria del Popolo – onde foi enterrado o imperador Nero -, e o Obelisco Flamínio – feito nos tempos do faraó Ramsés II – são alguns deles. Na Piazza del Popolo podemos encontrar os quatro leões de mármore, além de avistar as igrejas gêmeas Santa Maria in Montesanto e Santa Maria dei Miracoli.

Ahh, e as fontes não podiam faltar: a Fontana della Dea di Roma e a Fontana del Nettuno dão um ar ainda mais especial ao lugar. Se quiser ter uma vista de toda a praça, não deixe de subir a escadaria em frente à Igreja Santa Maria del Popolo e chegar ao Jardim de Pincio. Na Piazza você pode conferir também o Museu Leonardo da Vinci. Mas não se engane: lá você não encontra as obras do artista, mas sim, suas invenções. Para quem não conhece as principais invenções de Da Vinci – como era o nosso caso – a visita é super válida! Pagamos, em média, €10 para entrar.

 

Piazza del Popolo vista do Jardim de Pincio

 

Fontana della Dea di Roma

 

Detalhes do Obelisco Flamínio, dos tempos de Ramsés II

 

Fontana del Nettuno

 

Porta del Popolo

 

Museu de Leonardo da Vinci

 

Piazza di Spagna

Considerada uma das principais praças de Roma, não deixe de conhecer a Piazza di Spagna (e sua escadaria). No centro da praça pode-se encontrar a Fontana della Barcaccia – uma fonte lindíssima! A famosa escadaria foi feita em 1725 e possui 135 degraus (!!!). Tinha como principal objetivo integrar a embaixada da Espanha à igreja Trinità dei Monti – que foi construída em 1587 no estilo renascentista. Convenhamos que as praças de Roma são um espetáculo à parte, né? 😀

 

Fontana della Barcaccia, escadarias e igreja Trinità dei Monti

 

Visão de cima das escadarias

 

Via dei Condotti

 

Obelisco Sallustiano no topo da escadaria

 

Panteão

Além de uma construção típica da Roma Antiga, o Panteão abriga muita história. A edificação foi construída por Adriano em 126 d.C. Com uma fachada composta por grandes colunas de granito, é considerada a maior cúpula de concreto não-reforçado do mundo. Entre os grandes nomes sepultados no Panteão de Roma estão Vitório Emanuelle II, rei que unificou a Itália, e Rafael, famoso artista renascentista italiano. Então se você conhece – ou gostaria de conhecer melhor – a história romana, anote no roteiro essa visita! E claro, vá sem pressa! Vale lembrar que a entrada é gratuita 🙂

 

Panteão

 

Túmulo de Vittorio Emanuele II, responsável pela unificação da Itália

 

Pintura da virgem e a criança feita no ano 600 d.C. Autor desconhecido

 

Túmulo do artista Rafael Sanzio

 

Anúncio




 

Termas de Caracala

Foi construída entre 212 e 217 d.C pelo imperador Caracala. Era utilizada pelos romanos para higiene pessoal e socialização, além de contar também com biblioteca e jardim. Funcionou até 537 e comportava até 1,5 mil pessoas. Na Copa do Mundo de 1990 foi palco do concerto com os três tenores Luciano Pavarotti, Plácido Domingo e José Carreras. Até hoje é possível curtir um delicioso solzinho no jardim da Termas. Para visitá-la, é necessário desembolsar cerca de €8.

 

Termas de Caracala

 

Termas de Caracala

 

Termas de Caracala

 

Termas de Caracala

 

Termas de Caracala

 

Termas de Caracala

 

 

Termas de Caracala

 

Jardim das Termas de Caracala

Fontana di Trevi

É a maior fonte barroca da Itália, com mais de 26 metros e um dos pontos turísticos mais visitados de Roma. Apesar de existir desde o ano 19 a.C., ela foi restaurada várias vezes. A maior restauração dos últimos 252 anos foi feita recentemente, entre os anos de 2014 e 2015. Não importa a hora que você for visitá-la: à noite, fica iluminada, e durante o dia, é possível enxergar cada detalhe. Ou seja, linda a qualquer hora ??

Quando fomos a fonte estava em reformas :'(

Mas mesmo assim era impressionante!

Castelo Sant’Angelo

Do ladinho do Vaticano fica o Castelo de Sant’Angelo. Extremamente histórico, também abriga um pouco da história romana. Ele foi construído em 135 d.C para ser o mausoléu do imperador Adriano. Fica às margens do Rio Tibre e é rodeado por um parque e tem logo em frente a Ponte de Sant’Angelo, que além de linda, possui 12 estátuas de anjos. A visitação do Castelo custa €10.

 

Castelo de Sant’Angelo

 

Jardim do Castelo

 

Ponte que dá acesso ao Castelo

 

Uma das estátuas da ponte

 

Vista do rio Tibre

 

Roma é sim, eterna! ?? É muita história contida em cada praça, fonte, ruína…A atmosfera que você encontra na cidade é inexplicável. Te faz pensar se realmente todo aquele cenário é real ou é apenas uma cena de filme. O melhor é você acordar do “sonho” e perceber que tudo aquilo é verdade e que a capital italiana consegue ser ainda mais linda quando vista pessoalmente! ?

Roma reserva outros lugares lindos para serem explorados. Mas esperamos que nossas dicas possam ajudar você a elaborar o seu roteiro e aproveitar cada cantinho dessa cidade inesquecível! Boa viagem!

 



Booking.com

8 lugares para visitar em Roma – e nunca mais esquecer
Classificado como:                                                                    

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: