Salar de Uyuni: o que você precisa saber antes de conhecer o destino

Salar deUyuni

Você já deve ter se deparado com fotos de um deserto branco, ou ainda, um local que mais parece um espelho, refletindo o azul do céu em uma imensidão. Os registros impressionantes são do Salar de Uyuni, o maior deserto de sal do mundo, localizado na Bolívia.

Salar de Uyuni
Aquela foto padrão no salar.

O salar sempre foi um lugar impressionante e que nos despertava muito interesse. Mas sabíamos que visitá-lo não seria tão simples. Traçamos algumas possibilidades: irmos com o Trem da Morte (que sai do Mato Grosso do Sul) até Santa Cruz de La Sierra, e de lá seguirmos até Uyuni; aterrissar direto em La Paz, ou irmos pelo Chile. Nossa viagem para o Deserto do Atacama nos ajudou a decidir o momento de conhecermos o salar: esticarmos de San Pedro do Atacama até a Bolívia.

Sim, existem muitos passeios diários que saem do Atacama com destino ao salar. Por diferentes empresas, mas quase todos seguem a mesma dinâmica: três dias de passeio em uma caminhonete 4×4, alguns pontos turísticos visitados, noites em hostels compartilhados e com alimentação inclusa, e o suporte de um guia.

Por isso no post de hoje resolvemos compartilhar algumas informações essenciais que você deve saber antes de embarcar nesta aventura 🙂

Nossa escolha para chegar até Uyuni

Isso é essencial saber, pois dependendo de onde você sairá, um caminho pode ser mais indicado que o outro. No nosso caso, fizemos um passeio de três dias até a Bolívia, saindo do Atacama. Foram horas e horas na estrada em uma caminhonete 4×4 junto de mais cinco pessoas. Passamos os dias com o grupo (eram quatro meninas, duas francesas e duas alemãs, e o nosso guia, que era boliviano) até o final do passeio e retorno para São Pedro do Atacama (Recomendamos o Hostel El Toconar no Atacama).

Salar de Uyuni
Nossas colegas de passeio.
Anúncio



 

O que está incluso no tour que contratamos

É muito importante se certificar o que a empresa de turismo contratada irá lhe oferecer. No nosso caso, tínhamos todas as refeições inclusas e as hospedagens também. As refeições eram simples (mas bem saborosas e generosas) e as duas noites passamos em hostels. Hotéis luxuosos e restaurantes de alta gastronomia? Esqueça! O caminho até o Salar de Uyuni é bem diferente dos circuitos convencionais de turismo. Simplicidade é a palavra. E é justamente essa simplicidade que faz com que o passeio seja ainda mais especial e inesquecível.

Hostel Arbol de Piedra
Hostel Arbol de Piedra

 

A importância de levar produtos de higiene, água e pesos bolivianos

A principal orientação da empresa que ofereceu o tour foi que não esquecêssemos de levar papel higiênico e água, suficiente para bebermos os três dias. Nos pontos de parada na Bolívia (e nos hostels) não há esses produtos disponíveis para uso coletivo. Uma boa dica é levar lenços umedecidos, pois nem sempre é possível tomar um banho mais demorado ou quente.

Anúncio



É essencial levar também pesos bolivianos, já que para utilizar banheiro e chuveiros, é necessário desembolsar um valor e eles não aceitam moedas estrangeiras.

Hotel de sal
Hotel de sal. Aqui tivemos que pagar para tomar banho quente.
Hotel de sal
É de sal mesmo!

 

Os problemas que tivemos devido à altitude

No passeio que fizemos, saímos da altitude de 2.300 de San Pedro do Atacama para mais de 5.000, registrado nos gêiseres da Reserva Nacional de Fauna Andina Eduardo Avaroa, na Bolívia. Uma mudança significativa em apenas algumas horas.

O resultado? Passamos MUITO mal! Por isso é importante estar preparado para possíveis problemas que você pode enfrentar. No nosso caso, a dor de cabeça, a tontura e sangramento no nariz foram os principais. O segredo é beber muita água, evitar esforço excessivo e mastigar a folha e/ou tomar o chá de coca. Nos ajudou no primeiro dia.

Sol de la Mañana Geyser
Geiser Sol de la Mañana. 5.000 metros acima do nível do mar.

 

A simplicidade do povo boliviano

A Bolívia possui paisagens belíssimas, mas uma das nossas maiores surpresas foi, com certeza, os bolivianos. Pessoas simples, felizes e muito educadas e respeitadoras. Nos sentimos acolhidos e seguros durante nossos dias no país.

Meninas bolivianas
Meninas bolivianas brincando no hotel de sal.

Agora que já antecipamos algumas informações essenciais, vamos compartilhar o passeio pelo sul da Bolívia até Uyuni. Foram paisagens surreais, muuuuitos quilômetros rodados e algumas aventuras. Mas isso é assunto para o próximo post! 😉 Até lá!

 



Booking.com

Salar de Uyuni: o que você precisa saber antes de conhecer o destino
Classificado como:                            

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: